terça-feira, 19 de setembro de 2017

0

Agência Nacional de Segurança (EUA) recebeu 29 mensagens alienígenas, e outras provas da visitação alienígena à Terra


provas da visitação alienígena à Terra



A imagem acima (à direita) representa uma transmissão (conhecida como a mensagem “Arecibo”), montada por Carl Sagan e colegas que foi enviada para o espaço via ondas de rádio em uma cerimônia especial para celebrar a remodelação do radiotelescópio Arecibo, em Porto Rico. Aparentemente, a mensagem recebeu uma resposta (à esquerda da primeira mensagem), você pode ler mais sobre essa história aqui. É especulativo, com certeza, mas a informação abaixo, não é. Este artigo refere-se a um documento real.
Os sinais estranhos detectados do espaço exterior estão se tornando bastante populares, especialmente nos últimos dois anos. Aqui está um dos vários estudos postulando de que alguns desses sinais podem ser de uma fonte extraterrestre inteligente.


Os cientistas descobriram mais seis rajadas de sinais de rádio provenientes de um lugar no espaço profundo fora da nossa galáxia, de onde sinais semelhantes foram detectados no início deste ano e em 2012. Desta local específico, um total de 17 sinais de rádio foram recebidos, e devido à sua natureza, também há fortes especulações se estamos sendo “contatados” por algum tipo de forma de vida extraterrestre. Você pode ler mais sobre isso aqui.

Este artigo aborda um documento a Agência Nacional de Segurança dos EUA, sigla NSA em inglês, que foi liberado através de um processo judicial. Os rumores da Internet dizem que a agência foi obrigada a liberar o documento em 2004, mas não liberou oficialmente até 2011, fazendo-o de forma silenciosa. Não há muitos detalhes disponíveis sobre o documento, exceto pelo fato de que ele é real e publicado na base de dados NSA através do seu periódico técnico.

É intitulado Key To The Extraterrestrial Messages (Chave para as Mensagens Extraterrestres”, e um cavalheiro com o nome de “H. Campaigne” tenta decodificar as mensagens.
Ele afirma:
Dr. A Campaigne apresentou uma série de 29 mensagens do espaço exterior … O seguinte artigo desenvolve uma chave para essas mensagens.
Um parágrafo do Apêndice diz o seguinte:
Recentemente, uma série de mensagens de rádio foi ouvida vindo do espaço exterior. A transmissão não foi contínua, mas cortada por pausas em pedaços que poderiam ser tomados como unidades, pois foram repetidos constantemente.
No final do documento, o autor afirma que “penetramos o significado de símbolos básicos e, ainda mais importantes, aprendemos algumas das regras de sintaxe da notação e captamos  erros no processo. Temos algumas palavras para conceitos sofisticados e, com mais dados e com um pouco de trabalho, poderemos estabelecer sua tradução.
Não havia nenhum documento a ser encontrado que realmente descreve o que exatamente eles descobriram, e o que era essa tradução.
Muito interessante para dizer o mínimo.

Tenha em mente que este é um dos milhares de documentos que foram lançados através de solicitações da Lei de Liberdade da Informação – sigla FOIA em inglês, e dezenas de agências de inteligência e governos globais já lançaram centenas de milhares de páginas de documentos que discutem possíveis seres extraterrestres.

Por exemplo, aqui (páginas 21 e 22) está um documento do FBI sob a forma de um memorando, dirigido a “cientistas de distinção”, “autoridades aeronáuticas e militares” e a “vários funcionários públicos”.
O documento é uma carta que foi enviada ao diretor do FBI em Washington do escritório de San Fransisco, sobre uma questão relativa aos OVNIs e extraterrestres.
Tenente Coronel (nome ocultado) de G2 [G2 significa inteligência do exército], São Francisco, informou hoje que ele não tem mais informações e que o nosso escritório de Seattle possui todas as informações conhecidas por ele e está lidando com o assunto em Tacoma, Washington.
O documento continua a fornecer uma cópia de uma carta escrita por alguém com “vários diplomas universitários” e antigo “chefe de departamento da universidade”.
Ele contempla uma presença extraterrestre visitando-nos.
Há também uma distinção importante a ser feita a partir do fenômeno OVNI e os fenômenos extraterrestres, embora haja provas suficientes para mostrar que, pelo menos em alguns casos, estão inter-relacionados. Dito isto, muitos desses “OVNIs” poderiam fazer, e provavelmente fazem, parte um orçamento negro altamente sofisticado (Programas de Acesso Especial, naves humanas).

A existência de OVNIs foi oficialmente verificada, e milhares de registros militares mostram que eles são comumente rastreados em radar e realizam manobras, e viajam a velocidades que nenhuma aeronave conhecida pode viajar. Isso parece ter começado há muito tempo, na Alemanha, e a CIA estava mantendo registros.
Aqui está um excelente exemplo diretamente daquele arquivo:
Um jornal alemão publicou recentemente uma entrevista com George Klein, engenheiro alemão e especialista em aeronaves, descrevendo a construção experimental de “discos voadores” realizados por ele entre 1941 e 1945.
Há centenas de casos, e é algo que ainda acontece hoje. Um incidente bastante popular vem de Teerã, no Irã. Este incidente ocorreu na noite de 18 de setembro de 1976. Um relatório de quatro páginas da Agência de Defesa dos EUA e da NSA descreve o encontro em detalhes. Além disso, ambos os pilotos envolvidos discutiram o evento anos mais tarde.

O que aconteceu naquela noite é um exemplo do que aconteceu várias vezes em relação aos encontros militares com OVNIs. Os moradores da cidade notaram um grande objeto brilhante no céu. O controlador de tráfego do aeroporto também notou: “era um objeto intensamente brilhante que não deveria estar lá”. A Força Aérea Iraniana foi contatada (no momento em que eles eram aliados íntimos dos Estados Unidos, sob o domínio do Shah) , e despacharam dois aviões de combate F-4 para verificar o objeto. Os Estados Unidos tomaram este encontro como algo muito a sério; um relatório sobre o que aconteceu foi enviado a vários funcionários de segurança nacional e ao presidente dos EUA, Gerald R. Ford, diretor da CIA.
Ambos os pilotos, quando se aproximam do objeto, detectaram falhas de sistemas de armas e eletrônicas em suas aeronaves.
À medida que o F-4 se aproximou à uma faixa de 25 milhas náuticas, perdeu todas as instrumentações e comunicações. Quando o F-4 se afastou do objeto e, aparentemente, não era mais uma ameaça, a aeronave recuperou todas as instrumentações e comunicações. Outro objeto brilhantemente iluminado saiu do objeto original. O segundo objeto foi em direção ao F4. (Para detalhes sobre este encontro com OVNI no Irã, clique aqui.)
O Dr. Jacques Vallee, notável pelo co-desenvolvimento do primeiro mapeamento computadorizado de Marte para a NASA, e por seu trabalho na SRI International no centro de informações de rede para ARPANET, um precursor da Internet moderna, também publicou um artigo no Journal of Scientific Exploration intitulado Estimates of Optical Power Output in Six Cases Of Unexplained Ariel Objects With Defined Luminosity Characteristics” (Estimativas da Saída de Energia Óptica em Seis Casos de Objetos Ariel Inexplicados com Características Definidas de Luminosidade).
No documento há uma ótima foto de um desses “OVNIs”, obtida por pilotos militares canadenses (veja abaixo).







É importante salientar que, embora a existência de OVNIs seja confirmada, o fato de que estes poderiam ser operados por extraterrestres não é. Dito isto, assim como havia muitas evidências para o fenômeno OVNI antes de toda essa liberação de documentos, ainda há “provas abundantes de que estamos sendo contatados.” – Dr. Brian O’Leary , Ex Nasa Astronauta e Professor de Física de Princeton.
O que aponta para esse fato é que aqueles diretamente envolvidos com esses avistamentos, e aqueles que ocuparam alguns cargos proeminentes, declararam claramente, por centenas de vezes, que alguns desses OVNIs são efetivamente operados por extraterrestres.
Esta coisa ficou tão altamente secreta… é impossível obter qualquer informação  sobre isso. Não tenho ideia de quem controla o fluxo de necessidade de saber, porque, francamente, foi-me dito de uma maneira tão enfática que não era da minha conta que eu nunca tentasse fazer com que fosse desde então. Eu tenho estado interessado neste assunto por um longo tempo e sei que o que quer que a Força Aérea tenha sobre o assunto, continuará sendo altamente secreto. – Ex Senador Barry Goldwater, Presidente do Comitê de Inteligência do Senado
Quem está no controle em relação a esse tópico está bem acima do governo e, provavelmente, é gerenciado por algum tipo de “governo secreto”, no topo do “Estado Profundo”.
Dada a divulgação desta informação nos últimos anos, aqueles que são mencionados nesses arquivos se manifestaram. Um (de muitos) exemplos é o agora aposentado piloto comandante da Marinha dos EUA, Graham Bethune, que tinha uma autorização secreta. Ele era um comandante VIP que voou a maioria dos oficiais de alto escalão e civis de Washington, DC. Em seu testemunho abaixo, ele explica como ele estava voando um grupo de VIPs e outros pilotos para Argentia, Newfoundland, quando cada pessoa no avião testemunhou um objeto de 90 metros que percorreu 3 quilômetros em uma fração de segundo, em direção ao seu avião. Como pode ser visto no vídeo abaixo, ele documentou o evento extensamente.

Para acessar os arquivos oficiais relativos a este caso particular, você pode visitar os arquivos ‘Project Bluebook‘ do governo para lê-los. Você pode encontrar esses links e os arquivos para este caso no  National Investigations Committee On Aerial Phenomenon (Comitê Nacional de Investigações sobre Fenômeno Aéreo).
  Em uma entrevista, ele afirma ter descoberto que alguns desses objetos eram realmente extraterrestres, dos “meninos do andar de cima”.


Como você pode ver, não há escassez de informações dentro deste domínio, sob a forma de fontes credíveis e documentos e declarações de pessoas credíveis. E esta não é sequer a ponta do iceberg.
(Fonte)

Publicação tbm pelo site:
 http://ovnihoje.com/2017/09/19/provas-da-visitacao-alienigena-a-terra/


quinta-feira, 14 de setembro de 2017

0

Planeta X irá ativar o vulcão Yellowstone e dividir os EUA em dois, diz “mensageiro do apocalipse”


Planeta X irá ativar o vulcão Yellowstone


Foi dito que os Estados Unidos poderão ser divididos se um planeta mítico passar próximo da Terra no próximo mês, desencadeando a erupção maciça do vulcão Yellowstone.
O Planeta X irá passar e ativar o Yellowstone … mas, felizmente, os cientistas não concordam.
A especulação está aumentando de que o lendário Planeta X ou Nibiru irá passar próximo da Terra no próximo mês, causando uma onda de atividade sísmica que ameaçará toda a vida.
Não há evidências científicas para respaldar as alegações extravagantes, e a NASA a considera uma fraude, mas as histórias sobre as afirmações falsas continuam a ser virais online.

Na vanguarda das alegações atuais está o numerologista cristão David Meade, o qual diz que códigos na Bíblia mostraram que Nibiru aparecerá no céu a partir de 23 de setembro e passará por nós em outubro, causando terremotos, tsunamis e erupções vulcânicas.

O Sr. Meade, que também alega que sinais nas Pirâmides de Gizé no Egito dão a mesma data de setembro, disse que Nibiru, ou Planeta X, passará a cerca de 6,4 milhões de quilômetros da Terra, mas mesmo à essa distância a força magnética do planeta na Terra provocaria tsunamis, mudanças polares e devastação global.
Falando para o Late Night in the Midlands, um programa de rádio dos EUA sobre teorias da conspiração, ele disse que as pessoas deveriam procurar deixar os EUA, pois o país poderá ser dividido em dois.
No entanto, ele afirmou que a destruição completa dos Estados poderia levar até sete anos após o planeta passar.
Quando perguntado como seria a vida depois de sete anos, ele disse:
Nesse ponto, os EUA poderiam ser divididos pela metade por tsunamis e erupções vulcânicas do vulcão Yellowstone.
Ele sugeriu que as pessoas considerassem deixar os Estados Unidos, já que o país seria alvo de potências nucleares inimigas, como a Coréia do Norte, uma vez enfraquecido pela passagem do Planeta X.
Ele disse:
Os EUA serão alvo de todos esses países uma vez que o planeta X começar.
Poderia destruir a rede elétrica, e quando ele retornar para 1851 sem eletricidade, nossos inimigos se aproveitarão.
Não há, no entanto, nenhuma evidência científica para apoiar a existência de um planeta perdido que está prestes a afetar a vida na Terra…
(Fonte)

Publicação tbm no site:
http://ovnihoje.com/2017/09/12/planeta-x-ira-ativar-o-vulcao-yellowstone/

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

0

Astrônomos começam a procurar pelo Planeta X, após alegações de que ele irá atingir a Terra


começam a procurar pelo Planeta X


A Internet ficou de cabeça para baixo com teorias de conspiração sobre um planeta mítico, também chamado de Nibiru ou Planeta X, o qual esses teóricos acreditam que irá passar pela Terra no próximo mês, causando terremotos catastróficos.
As advertências não são levadas a sério pelos astrônomos, mas estes revelaram que terão seus telescópios apontados para o céu noturno, a fim de encontrarem o verdadeiro Planeta X.
Astrônomos do observatório da internet Slooh.com pediram que todos se juntassem à busca pelo Planeta X.
  

Existe a teoria da conspiração de que o planeta mítico, que alegadamente orbita o sol a cada 3.600 anos, passará logo pela Terra causando morte e destruição.
E em janeiro a NASA anunciou a descoberta de uma hipotética nos confins do nosso sistema solar, o qual acredita-se ter 10 vezes a massa da Terra, com um período orbital em torno do Sol de 18 mil anos.
No entanto, a organização negou que o Planeta X represente qualquer risco para a Terra e rotulou a teoria da conspiração de Nibiru como sendo uma fraude na Internet.

Os cientistas da NASA o chamaram de Planeta 9, mas, ao invés de usarem isso para acabar com a teoria da conspiração, eles pareceram alimentá-la ainda mais, apelidando ele de Planet X também.
Há dois dias o Slooh.com mostrou um vídeo revelando como os astrônomos acreditam ter um telescópio forte o suficiente para detectar o Planeta X real (Planeta 9), se ele realmente existe.
O Dr. Paige Godfrey, diretor de pesquisa da Slooh, disse:
Uma órbita de 18.000 anos ao redor do sol – isso é apenas uma loucura.
Então, isso significa que está se movendo tão longe de onde estamos e muito lentamente ao redor do Sol.
 
Noite após noite, você não veria uma enorme diferença na forma como você poderia detectar o movimento de Plutão.
Agora eles pensam que serão capazes de encontrá-lo, por causa dos modelos de computador feitos a partir dos cálculos matemáticos.
Eles acham que conhecem o tamanho e acham que conhecem sua localização atual, e precisam ser capazes de restringir a órbita necessária para mapear uma estimativa, e tudo o que eles precisavam é uma estimativa de quão brilhante o planeta é.
E eles precisavam de um telescópio capaz de vê-lo e agora eles têm isso com o telescópio Subaru, do Observatório Mauna Kea no Havaí.
A pesquisa não será fácil, no entanto, como é estimado, o planeta só será tão brilhante quanto uma estrela anã marrom e estará no mesmo campo de visão de milhares de estrelas muito mais brilhantes em nossa galáxia, a Via Láctea.
O anfitrião do Slooh, Paul Cox, disse:
Ele está mais para o coração da Via Láctea, com muitas estrelas no campo de visão enquanto tentamos encontrar esse objeto fraco.
O Dr. Godfrey respondeu:
Tem um brilho de magnitude 22. É muito fraco, como uma anã marrom.
Então, não será fácil ver, mas é definitivamente possível com o Subaru e com o telescópio de oito metros.
As notícias de uma grande caçada científica ao Planeta X enviará ondas de choque através de teóricos da conspiração que já tomaram a notícia do Planeta 9 no início deste ano como sendo prova de Nibiru .
Apesar de a NASA insistir que não há ameaça para a Terra e que Nibiru é uma farsa, o YouTube está inundado com vídeos alegando que esse planeta será visível em nossos céus a partir de 23 de setembro.

O numerologista cristão David Meade está pregando a teoria, alegando que os códigos na Bíblia lhe deram a data, e que o Planeta X passará por nós causando terremotos e devastação em outubro.
O mito do Cataclismo de Nibiru remonta a 1976, quando o escritor Zecharia Sitchin afirmou que duas antigas culturas do Oriente Médio – os babilônios e os sumérios – contaram a respeito do gigante Nibiru que orbitava o Sol a cada 3.600 anos.

A auto-proclamada vidente extraterrestre Nancy Lieder advertiu então que Nibiru entraria na Terra ou passaria causando enormes terremotos e marés devido sua atração gravitacional.
Várias datas alegadas para uma colisão com a Terra vieram e foram, e é assim que se espera que ocorrerá em outubro.

(Fonte)

Publicação tbm no site:

http://ovnihoje.com/2017/09/04/astronomos-comecam-a-procurar-pelo-planeta-x/

sábado, 26 de agosto de 2017

0

Ex-comandante da Força Aérea Iugoslava fala sobre seu encontro com um OVNI


encontro com um OVNI



Um ex-comandante da Força Aérea e da Defesa Aérea da Iugoslavia falou francamente sobre um encontro com uma nave espacial, como ele que nunca antes havia visto.
O General Zvonimir Jurjevic atuava como chefe do 172º Regimento de Aviação em Titograd – agora Podgorica, a capital do Montenegro – em 1975, quando um OVNI brilhantemente colorido entrou na área da Força Aérea.

O General Jurjevic disse que viu o OVNI em um voo de rotina, em janeiro daquele ano.
Ele descreveu o objeto como tendo a capacidade de mudar constantemente as cores e deliberadamente tentava ser visto.
O comandante disse:
O objeto parecia uma esfera incandescente, muito visível, talvez 10 vezes mais brilhante do que a estrela mais brilhante naquele momento.

O comandante disse que a cor do OVNI continuava mudando:
A cor mudou constantemente: branco, amarelo, vermelho claro, laranja, novamente branco, e assim por diante.
Ele apareceu do nada, inesperadamente. Estava atraindo nossa atenção de propósito.
Estranhamente, o OVNI aparecia exatamente nos 50 minutos de vôo, todas as vezes sem falhas, de acordo com o general Jurjevic.
Em 25 de janeiro de 1975, o General Jurjevic tentou interceptar o OVNI – e ele disse mais uma vez, como ele esperava, a nave apareceu aos 50 minutos de seu vôo pela cidade de Cetinje.

O comandante o perseguiu, mas uma vez que ele se aproximou, o objeto desapareceu misteriosamente.
Vários dos pilotos em seu regimento também avistaram o OVNI, assim o general Jurjevic elaborou um plano.

Dois aviões decolariam, então dois outros deveriam seguir um pouco mais tarde de um aeródromo diferente para essencialmente circundar a nave – todos os pilotos teriam que manter o silêncio de rádio, caso a nave tentasse interceptar as mensagens.
O General Jurjevic explicou:
Eu apenas estabeleci o vôo em algum lugar de Cetinje, quando de repente o objeto passou por cima de Budva, e o Tenente Machec o viu acima Niksic.
Pedi a Machec para permanecer no lugar, e fiz um curso paralelo à costa do Adriático, onde tentei estabelecer a que distância o objeto estava: descobriu que era de aproximadamente 10 quilômetros.
No entanto, ele não me permitiu chegar mais perto disso. Reduzi a velocidade – a distância era a mesma. Eu aumentava a velocidade – ainda eram os mesmos dez quilômetros.
O que aconteceu nos céus sobre a Iugoslávia continua a ser um mistério até hoje, e o General Jurjevic acredita que o caso nunca será resolvido.
(Fonte)

Publicado tbm no site:

 http://ovnihoje.com/2017/08/24/encontro-com-um-ovni/

domingo, 13 de agosto de 2017

0

Quer saber o que existe além do Universo?


o que existe além do Universo

Os cientistas descobriram que o Universo está se expandindo em todas as direções de uma vez só mas como isto pode ser?  E está se expandindo para onde?
Uma pesquisa publicada no ano passado confirma que o Universo está expandindo ainda — de forma estável, uniforme e mais ou menos no horário certo.
Como Trace Dominguez explica no relatório da DNews, os resultados são realmente confortantes. Eles apoiam as suposições feitas no modelo padrão da ciência do Universo e sugerem que, cosmologicamente falando, estamos no caminho certo.
O estudo, publicado na Physical Review Letters, mede a radiação cósmica de fundo (CMB, sigla em inglês), que é basicamente resto da radiação do Big Bang. Ao analisar os números em formas muito específicas, os cientistas podem confirmar matematicamente que o Universo está se expandindo continuamente em todas as direções. Isso quer dizer, não se trata do alongamento em uma determinada direção ou girando.
Isto apoia a teoria de que o nosso Universo é isotrópico. A expansão é consistente, suave, homogênea e simétrica. Essa ideia confirma ainda mais a Constante de Hubble, nomeada em homenagem ao famoso astrônomo Edwin Hubble, a qual rastreia a expansão consistente do Universo, medindo a energia que sai das estrelas e galáxias em retrocesso.
Claro, toda essa conversa de expansão levanta a questão: para onde o Universo está se expandindo? A resposta curta e esta é a parte alucinante: ele não está se expandindo dentro de nada; ele está só… em expansão.
O Universo, por definição, é toda matéria existente e espaço como um todo. O paradoxo reside no fato de que o espaço é uma região tridimensional, expandindo-se em um Universo quadridimensional, em todas as direções ao mesmo tempo.
Fica muito complicado mesmo, mas o resultado é que se você fosse voar em linha reta, mais rápido que a velocidade da luz, diretamente para a borda do Universo, você finalmente acabaria de volta para onde você começou — porque não há nenhuma borda
Publicação tbm no site:
http://ovnihoje.com/2017/08/11/o-que-existe-alem-do-universo/
0

Astrônomos entram em nova fase da procura por vida extraterrestre


nova fase da procura por vida extraterrestre


O Instituto SETI lançou uma campanha de crowdfunding para a primeira procura por sinais de civilizações alienígenas por “todo-céu, todo-o-tempo”.
A melhor maneira de encontrar flashes de laser vindos de uma civilização alienígena é olhar em todos os lugares, o tempo todo, e um novo projeto tem como objetivo fazer exatamente isso.
O Instituto SETI (busca por inteligência extraterrestre) em Mountain View, Califórnia, lançou detalhes da campanha que ele chama de “Laser SETI: First-Ever All-Sky All-the-Time Search“.

Embora Laser SETI seja eficaz quanto ao custo, câmeras apropriadas para a astronomia devem ser compradas e a parte óptica fabricada, disseram os pesquisadores do Instituto SETI. A organização pretende angariar US $100.000 através da campanha de crowdfunding, que ficara aberta até o dia 18 de agosto.

Alienígenas: no ar, o tempo todo?

O presidente do Instituto SETI e CEO, Bill Diamond, disse:
O Universo que chamamos de lar é vasto. Ele também tem quase 14 bilhões de anos de idade, por isso é muito difícil imaginar que estamos sozinhos. Todavia, a vida extraterrestre ainda escapam aos nossos esforços para encontrá-la. Agora você tem a chance de ser uma parte da tecnologia que pode mudar isso para sempre.
Nos últimos 50 anos, se os extraterrestres estiverem utilizando transmissores de rádio maciços ou lasers de alta potência, os astrônomos que conduzem os experimentos no SETI presumiram que os alienígenas estão no ar, o tempo todo.
“Mas isso não pode estar certo,” Diamond disse. “Afinal de contas, esses seres de outro mundo alvejariam implacavelmente nosso sistema solar se, como a esmagadora maioria das estrelas galácticas, eles estão a mais de 100 anos-luz de distância — longe o suficiente para não saberem que estamos aqui, porque nossos próprios sinais ainda não os atingiram?”
Laser SETI é o primeiro experimento para contornar esta suposição, adicionou Diamond, “porque ele foi projetado para encontrar um sinal muito curto que não fica o tempo todo — pode detectar um flash do laser tão curto quanto um microssegundo e um que não se pode repetir por dias, semanas, ou até mais.”
Para detalhes sobre esta nova empreitada do SETI e sua campanha Indigogo, clique aqui.
Publicado tbm no site:
http://ovnihoje.com/2017/08/10/nova-fase-da-procura-por-vida-extraterrestre/

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

0

NASA procura por Oficial de Proteção Planetária, e paga bem!


NASA's 'Men in black' job offer: Protect Earth from aliens for $187,000


A agência espacial norte-americana NASA oferece um emprego num cargo único de ‘Oficial de Proteção Planetária’, um tipo de perfil de trabalho mostrado na série popular de filmes de Hollywood ‘Homens de Preto’. O salário para o emprego é enorme, e o envolvimento é permanente, considerando as responsabilidades envolvidas no perfil, que também incluem proteger a Terra da vida extraterrestre.

O salário oferecido para o cargo em questão é de até US $ 187.000 (por ano). Este posto foi criado após a assinatura do Tratado do Espaço Exterior de 1967. Oficiais de Proteção Planetária são contratados para garantir que os seres humanos não contaminem planetas, luas e outros objetos no espaço. Eles também devem ajudar a evitar que os micróbios alienígenas que possam existir se espalhem pela Terra.

De acordo com uma descrição do cargo postada nos empregos dos EUA, o novo contrato incidirá na ‘evitação da contaminação orgânica e biológica na exploração espacial humana e robótica’. Em outras palavras: garantir missões espaciais não acabam poluindo planetas prístinos e que a matéria extraterrestre não contamina a Terra.


Mesmo que este trabalho seja único, muitas agências espaciais já empregam agentes de proteção planetária em uma capacidade de função em tempo parcial ou compartilhado, informa Business Insider.
No entanto, apenas a Agência Espacial Européia e a NASA empregam um oficial de proteção planetária em tempo integral.
O trabalho foi criado depois que os EUA assinaram e ratificaram o Tratado do Espaço Exterior de 1967 e se refere especificamente ao artigo IX do documento:
Os Estados Partes no Tratado devem prosseguir os estudos do espaço exterior, inclusive da Lua e outros corpos celestes, e realizar a sua exploração de modo a evitar sua contaminação nociva e também mudanças adversas no meio ambiente da Terra decorrentes da introdução de matéria extraterrestre E, se caso aconteça, adotará medidas apropriadas para esse fim.
As qualificações necessárias para este cargo incluem pelo menos um ano de experiência como funcionário do governo civil de alto nível, além de ser um especialista em ‘conhecimento avançado’ da proteção planetária e tudo o que isso implica.
O trabalho requer um diploma avançado em ciência física, engenharia ou matemática.
O trabalho vem com uma autorização de acesse de segurança ‘secreta’, e os não cidadãos não são tecnicamente autorizados a se inscrever. As candidaturas serão aceitas através do USAJobs.gov de 13 de julho a 14 de agosto.

(Fonte)

Colaboração: Osnir Stremel Jr

Publicado tbm no site:

 http://ovnihoje.com/2017/08/02/nasa-oficial-de-protecao-planetaria/

quinta-feira, 27 de julho de 2017

0

A chuva de meteoros mais intensa da história humana prepara-se


chuva de meteoros mais intensa da história humana


Os astrônomos marcaram seus calendários para o que poderá ser uma das maiores chuvas de meteoros já registradas até o momento. Um espetáculo de meteoros acontecerá no dia 12 de agosto, que vai acender o céu à noite, e acredita-se que poderá ser visível até mesmo durante o dia.

Os cientistas acreditam que esta chuva de meteoros poderá ser uma oportunidade única na vida, já que uma chuva desta natureza não ocorrerá por mais 96 anos. O evento é chamado de chuva de meteoro Perseidas , e geralmente ocorre entre 17 de julho e 24 de agosto a cada ano. Geralmente, ela alcança seu auge entre 9 e 13 de agosto.

Especialistas disseram que o melhor momento para ver a chuva de meteoros Perseidas é quando o céu está bem escuro. Muitos astrônomos disseram que o melhor momento para olhar é antes do amanhecer, dependente, claro, da fase da Lua.


A chuva de meteoros Perseidas é tipicamente vista no Hemisfério Norte (mas as regiões Norte e Nordeste do Brasil também são adequadas para a observação do fenômeno). Qualquer um que queira assistir esse espetáculo maravilhoso deve olhar para a região nordeste do céu e zênite, o ponto no céu que está bem acima da cabeça.

É relativamente fácil localizar e ver uma estrela cadente ao olho nu, olhando diretamente para cima.
A chuva de meteoros Perseidas é composta por pequenos detritos espaciais que vêm do cometa Swift-Tuttle e o nome é baseado na constelação Perseus devido ao fato de que a direção que a chuva vem é tipicamente a mesma onde a constelação Perseus pode ser encontrado. Os astrônomos dizem que, em seu auge, tipicamente podem ser vistos cerca de 60 a 100 meteoros a cada hora, quando se está num lugar escuro. Os especialistas recomendam que as pessoas tentem sair da cidade e fiquem longe de qualquer luz artificial.

(Fonte)

Muito cuidado para não confundir este evento celeste com OVNIs…  A não ser, é claro, que o suposto “meteoro” mude de direção, ou velocidade. Meteoros caem em velocidade constante e não mudam de direção.

n3m3

Publicado tbm no site:

 http://ovnihoje.com/2017/07/27/prepare-se-para-a-chuva-de-meteoros-mais-intensa-da-historia-humana/
0

Descoberta pode comprovar a vida em Marte, e ajudar a encontrá-la no Universo


Life Mars


Uma descoberta inovadora poderá provar que Marte estava repleto de “alienígenas” e poderia ajudar a “traçar a vida em outros lugares do Universo”, afirmam cientistas.
Os caçadores de alienígenas esperam por esta notícia há séculos – e parece que os cientistas podem finalmente ter uma prova de que a vida extraterrestre uma vez existiu no planeta vermelho.
Especialistas britânicos dizem que a descoberta extraordinária dos fósseis mais antigos do mundo, que remonta pelo menos 3,7 bilhões de anos atrás, em um momento em que tanto Marte quanto a Terra tinham água líquida.


A surpreendente descoberta feita no Canadá ajudará a humanidade a “traçar a vida em outros lugares do Universo”, afirmam os cientistas.
O primeiro autor do estudo, Matthew Dodd, um estudante de doutorado no University College London, disse:
Essas descobertas demonstram a vida desenvolvida na Terra em um momento em que Marte e a Terra tinham água líquida em suas superfícies, apresentando perguntas interessantes quanto a vida extraterrestre.
Portanto, esperamos encontrar evidências para a vida passada em Marte há 4 bilhões de anos, ou se não encontrarmos, a Terra pode ter sido uma exceção especial.
A evidência é considerada pelo menos 310 milhões de anos mais velha do que qualquer outro fóssil descoberto antes.
Os cientistas acreditam que a vida emergiu de “aberturas de chaminés quentes no leito marinho”, logo após a formação do nosso planeta.

As bactérias que formaram minúsculos filamentos e tubos se alimentavam do ferro encontrado em camadas de quartzo no Cinturão Supracrustal de Nuvvuagittuq (sigla NSB, em inglês) em Quebec, no Canadá.
Os fósseis foram encontrados no sistema de chaminés hidrotermais nas profundezas do mar, ricas em ferro, que os especialistas acreditam que poderia ter sido o lar das primeiras formas de vida da Terra, entre 3,77 e 4,3 bilhões de anos atrás.
O autor principal do estudo, Dr. Dominic Papineau, da UCL Earth Sciences, acrescentou:
O fato de os termos descoberto de uma das mais antigas formações rochosas conhecidas, sugere que encontramos evidências diretas de uma das formas de vida mais antigas da Terra.
Esta descoberta nos ajuda a montar a história do nosso planeta e a vida notável sobre ele, e ajudará a identificar vestígios de vida em outros lugares do Universo.
(Fonte)

E assim, os cientistas continuam procurando por uma confirmação daquilo que matematicamente já é muito óbvio:  há vida por todo o Universo.

n3m3

Publicado tbm no site:

 http://ovnihoje.com/2017/07/26/comprovar-a-vida-em-marte/

domingo, 23 de julho de 2017

0

Área 51


Imagem relacionada



A instalação da Força Aérea dos Estados Unidos conhecida geralmente como a Área 51 é um destacamento remoto da Base Aérea de Edwards, dentro da Área de Teste e Treinamento de Nevada. De acordo com a Agência Central de Inteligência (CIA), os nomes corretos para a instalação são Aeroporto Homey (ICAO: KXTA) e Lago Groom, embora o nome "Área 51" seja usado em um documento da CIA da Guerra do Vietnã. O espaço aéreo de uso especial em torno do campo é referido como Área Restrita 4808 Norte (R-4808N).

O objetivo principal atual da base é publicamente desconhecido; contudo, com base em evidências históricas, ela provavelmente apoia o desenvolvimento e teste de aeronaves experimentais e sistemas de armas (projetos negros). O intenso sigilo em torno da base a tornou tema frequente de teorias de conspiração e um componente central para o folclore que envolve objetos voadores não identificados (OVNIs). Embora a base nunca tenha sido declarada como secreta, todas as pesquisas e ocorrências na área são informações confidenciais. Em julho de 2013, após um pedido do Freedom of Information Act (FOIA) arquivado em 2005, a CIA reconheceu publicamente a existência da base pela primeira vez, ao detalhar a história e a finalidade da instalação.

A Área 51 está localizada na parte sul de Nevada, no oeste dos Estados Unidos, 134 km ao nororoeste de Las Vegas. Situado no seu centro, na margem sul do Lago Groom, está um grande aeródromo militar. O local foi adquirido pela força aérea de Estados Unidos em 1955, principalmente para o teste do voo do Lockheed U-2. A área em torno da Área 51, incluindo a pequena cidade de Rachel na "Estrada Extraterrestre", é um destino turístico popular.

   
Geografia
A Área 51 é uma área de aproximadamente 1552 km² no Condado de Lincoln, Nevada. Faz parte da Nellis Air Force Range (NAFR).
Imagens do Google Earth puderam mostrar mais sobre as pistas de pouso do complexo. A pista de pouso do local é a 14L/32R, construída na década de 1990, medindo 3651 x 61 m.

A Área 51 faz divisa com o Nevada Test Site (NTS), local de testes nucleares. A Montanha Yucca, depósito nuclear, fica aproximadamente a 64 quilômetros a sudoeste do lago Groom.
A base teve sua existência confirmada e admitida apenas em 1994, entretanto, não é única base secreta norte-americana, existem outras ainda não admitidas pelo governo, por questões de Estado, mas é uma das principais bases secretas de pesquisas de armas nucleares, bacteriológicas, químicas, hidrogênicas entre outros tipos de armas secretas.


A base militar de testes das forças armadas dos Estados Unidos, popularmente chamada de Área 51, é uma das bases mais avançadas do mundo, contendo um complexo subterrâneo e vários laboratórios de pesquisas. Com a finalidade de desenvolver ou testar tecnologia para as Forças Armadas dos Estados Unidos.

O governo é muito sigiloso à questão de suas atividades, deixando à imaginação o que o governo submete à área, o fato é que seria somente mais uma base aérea. Satélites soviéticos obtiveram fotos do local em plena Guerra Fria, mas só chegaram a conclusões básicas. Eles descreveram uma instalação comum com pistas de pousos, hangares etc, mas nada que provasse a suposta base subterrânea. Mais tarde , novas fotos saíram de satélites comerciais, mas sem mostrar nada de excepcional. Lá testaram aviões como o U-2 (utilitário 2) , o A-12, o SR-71 Blackbird e o F-117 Nighthawk.


Na cultura popular

Uma das entradas da Área 51
Little A'le'Inn em Rachel, Nevada.
A base já foi vista em séries e filmes como CSI: Crime Scene Investigation, Os Simpsons, Futurama, Coragem o Cão Covarde, Family Guy, Johnny Test (Área 51.1), American Dad, Scorpion, Arquivo X, Knight Rider, Taken, Seven Days, Star Trek: Deep Space Nine, Kim Possible, Transformers, Stargate SG-1, Groom Lake, Looney Tunes: De Volta À Ação, Monstros vs. Aliens, Hellboy, ZOOM, Independence Day e em Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal.

A base militar também já foi retratada em desenhos, como X-Men Evolution, Megas XLR e em Jovens Titãs, além de videogames, jogos de computador e de RPG, como Deus Ex; Duke Nukem 3D; Tomb Raider III; Perfect Dark; The Pandora Directive; Twisted Metal 3; Grand Theft Auto: San Andreas (Área 69); Castle Cat 3; Destroy All Humans!; Crash Bandicoot 3; The Sims 2; Sim City 4; Dead Space; Ben 10: Protetor da Terra; GTA San Andreas; Call of Cthulhu; World of Warcraft; e Crash Bandicoot: Warped.

Já apareceu também em várias histórias da série literária Área 51 (de Dan Brown e Robert Doherty), que conta o que ocorreu após os cientistas da Área 51 terem feito contato com extraterrestres.

A cidade de Rachel, Nevada (a cidade mais próxima da base) possui uma pequena fama por ser "o lar oficial da Área 51". Localizada a três horas de carro a partir de Las Vegas, Rachel recebe um modesto número de turistas por ano, e várias lanchonetes e lojas vendem comida e artigos com temática "alienígena". Um pequeno museu vende mapas, fotos, broches e outros artigos, e um bar local, chamado "The Little A'le'Inn", orgulhosamente exibe uma cápsula do tempo ganha da equipe de produção do filme Independence Day.

Fonte da Matéria:

 https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81rea_51

sexta-feira, 21 de julho de 2017

0

Instituto SETI diz que agora terá grande chance de encontrar extraterrestres


chance de encontrar extraterrestres


Cientistas do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence – Procura por Inteligência Extraterrestre) de renome internacional por mais de três décadas têm procurado pela galáxia por qualquer indicação de que os humanos não estejam sozinhos no Universo.

Ao longo destes trinta anos, ganharam elogios e o apoio de figuras proeminentes do mundo científico, tais como Stephen Hawking. No entanto, apesar de todos os seus melhores esforços, a equipe até agora (pelo que nos foi contado) não conseguiu apresentar sinais claros de seres extraterrestres. Mas agora todos esses anos de desapontamento e esforços infrutíferos podem chegar ao fim com o desenvolvimento de uma nova maneira de fazer a varredura dos céus à procura de pulsos de luz.

Nos últimos anos, cientistas que procuram pela galáxia por sinais de vida extraterrestre passaram a se perguntar se eles não estavam procurando de forma errada o tempo todo. Recentemente, houve algumas indicações de que seres extraterrestres altamente avançados poderiam estar tentando fazer contato com seres humanos usando pulsos de luz. É teorizado que os alienígenas podem usar este método para fazer o primeiro contato com seres humanos, pois não é intrusivo e nem ameaçador.


Naturalmente, os funcionários da SETI demonstraram um grande interesse em pulsos de luz incomuns desta natureza que foram detectados nos últimos dois anos, mas não conseguiram detectá-los, pois os telescópios convencionais tendem a perder esse tipo de pulso de luz . Isso significa que os astrônomos poderiam estudar a parte exata do céu que os pulsos de luz estavam presentes e ainda não podiam vê-los.

Para enfrentar este problema, o SETI desenvolveu uma forma de instrumento especificamente projetada para ser capaz de fazer uma varredura da galáxia à procura dos pulsos de luz curtos que os alienígenas podem estar usando ​​para se comunicarem com a raça humana. O projeto que é conhecido como ‘Laser SETI‘ está atualmente nos estágios iniciais e a equipe está procurando por apoiadores e financiadores para isso decole. De acordo com fontes do SETI, este pode ser finalmente o instrumento que permitirá aos seres humanos descobrirem com sucesso a vida alienígena.

(Fonte)
 n3m3
Publicado tbm no site:

http://ovnihoje.com/2017/07/19/seti-chance-de-encontrar-extraterrestres/

domingo, 16 de julho de 2017

0

Mais sinais de rádio vindos do espaço estão intrigando os cientistas


sinais de rádio vindos do espaço


À medida que nossa tecnologia e técnicas de operação dos rádio telescópios se aprimoram, mais sinais de rádio anômalos vindos do espaço são captados pelos cientistas.
Abaixo estão duas notícias sobre prováveis diferentes sinais que estão sendo examinados pelos cientistas:

 Uma investigação minuciosa foi planejada pelo Observatório porto-riquenho de Arecibo depois que os astrônomos captaram “alguns sinais muito peculiares” enquanto observavam brevemente uma estrela anã vermelha chamada Ross 128 ou FI Virginis.


Ross 128 chamou a atenção dos astrônomos no Observatório de Arecibo em maio, quando foram captados sinais incomuns durante uma sessão de observação de dez minutos.
A anã vermelha que fica a apenas 11 anos-luz do planeta Terra e está localizada na constelação de Virgem foi descrita como emissora de “pulsos não polarizados, quase periódicos, de banda larga, com características de dispersão muito fortes”, de acordo com Abel Mendez, um astrobiólogo planetário da 
Universidade de Porto Rico, em Arecibo.
Mendez disse não acreditar que os sinais fossem o resultado de qualquer interferência terrena, uma vez que eram peculiares para a anã vermelha. Ele disse que as observações de outras estrelas imediatamente antes e depois desses pulsos incomuns terem sido detectados não conseguiram captar algo igualmente incomum.

Segundo Mendez, a equipe está trabalhando no pressuposto de que os pulsos sejam um fenômeno natural. Ele diz que é muito provável que sejam emissões de ejeções estelares, mas também é possível que sejam emissões de outro objeto não identificado próximo da estrela. Ele também lançou a ideia de que os pulsos poderiam ser causados ​​por uma explosão de rádio de um satélite em órbita alta.

No ano passado, os cientistas começaram a sugerir que os pulsos inexplicados das estrelas poderiam ser gerados deliberadamente por seres extra-terrestres que procuram entrar em contato com seres humanos de maneira não intrusiva. No entanto, Mendez afirma que não acha que isso seja aplicável neste caso. Embora ele admita que todas as possíveis teorias em torno dos pulsos incomuns têm seu próprio conjunto de problemas, ele acredita que a hipótese alienígena é talvez a menor probabilidade de todas.

Para tentar chegar ao fundo do mistério, haverá observações extensas da estrela no Observatório de Arecibo no domingo. No entanto, Mendez advertiu as partes interessadas que “não há garantias” de que este projeto fornecerá respostas definitivas sobre esse enigma particular.

Também o site br.sputniknews.com, publicou um artigo falando a respeito de mais sinais de rádio anômalos vindos de outra localização no espaço.

Cientistas dos EUA comunicaram que os sinais recebidos da constelação de Áries podem ser enviados por extraterrestres, pois possuem estrutura complexa e não poderiam ser enviados acidentalmente.
De acordo com a mídia, os cientistas detectaram uma estrutura complexa de sinais muito diferentes dos terrestres. Sendo assim, acreditam que sejam sinais extraterrestres.

Os cientistas acrescentaram que os sinais místicos são enviados de uma posição espacial entre a constelação de Áries e de Peixes. Tais sinais são enviados há várias centenas de anos, frisam.
Vale destacar que, para eles, é muito possível que os sinais tenham começado a ser enviados antes mesmo de a humanidade possuir tecnologias capazes de detectá-los.

Os pesquisadores já conseguiram captar e registar mais de 100 sinais deste tipo. Todos os sinais possuem caráter semelhante, o que comprova que são enviados de um único lugar, concluem.

Embora a primeira notícia a respeito do Observatório de Arecibo seja fidedigna, já esta segunda deixa dúvidas quanto a sua veracidade, pois não há informações sobre qual equipe estaria examinando os sinais, e coloca muitas informações vagas.
Mas pelo que vale, você está agora informado.

n3m3
 Matéria Publicada tbm no site:

http://ovnihoje.com/2017/07/14/mais-sinais-de-radio-vindos-do-espaco/

Proxima  → Página inicial

Documento Oficial relatos 25 anos antes do caso ET de Varginha

Sunrise Time-lapse from the International Space Station (ISS)



Linda imagem da Estação Espacial !!!

Visão abordo Estação Espacial Internacional - NASA