segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

0

Informante pode estar prestes a revelar milhares de arquivos sobre OVNIs / UFOs



encontro-com-OVNI-em-Rendlesham


Um ex-oficial da Marinha dos EUA, o qual alega que seu acordo sobre guardar segredo com o governo estadunidense já expirou, jura que irá revelar milhares de arquivos ultra-secretos sobre OVNIs.
O homem, que diz ter sido um suboficial de terceira classe no Centro de Telecomunicações Naval no NAS Moffett Field, de fevereiro de 1986 a outubro de 1989, também alega que pode clarificar a respeito de um misterioso avistamento em massa de OVNI, o qual envolveu equipes militares em 1980.

Seu nome ainda não foi revelado, mas um ex-investigador de OVNIs do Ministério da Defesa Britânico confirmou ao Express.co.uk que o homem é uma fonte genuína, o que criou uma onda de empolgação dentro da comunidade que defende o desacobertamento de OVNIs.

Nick Pope, que foi encarregado pelo Ministério da Defesa com a investigação de casos misteriosos de OVNIs no Reino Unido, inclusive do incidente de Rendlesham, disse: “Eu realmente tive alguma comunicação pessoal com este indivíduo, e não tenho dúvidas sobre seu histórico.  Ficou claro, a partir de seu linguajar e da informação que ele tem, o fato dele ser um conhecedor genuíno”.

Mas o Sr. Pope não chegou a encorajar este delator para vir a público.
Ele adicionou: “Embora meu próprio juramento de segredo signifique que eu não possa encorajar ninguém a divulgar informações secretas sem a autoridade apropriada, obviamente estou muito interessado em sua história.  Devido ao fato de eu ter conduzido a revisão pelo Ministério da Defesa sobre o incidente da Floresta de Rendlesham, estou particularmente interessado em escutar sobre qualquer coisa que trouxesse uma nova luz a este caso”.


O incidente de Rendlesham foi apelidado de ‘Roswell Britânico’, devido ao misterioso acidente de OVNI que supostamente ocorreu próximo a uma cidade do Novo México, EUA, em julho de 1947.
O avistamento alienígena do Reino Unido ocorreu quando oficiais estadunidenses estacionados na Base Bentwaters da Real Força Aérea alegaram que uma “nave de formato triangular” pousou na floresta vizinha, nas primeiras horas de 26 de dezembro de 1980.

O fato levou a vários avistamentos reportados aquela noite pelo público e vários livros e conspirações.
O homem, cujo nome não foi divulgado, alega que a Agência de Segurança Nacional dos EUA (sigla em inglês NSA) e o governo dos Reino Unido tinham um projeto que examinava avistamentos de OVNIs, inclusive o de Rendlesham na década de 1980.

Ele submeteu um relatório para a Mutual UFO Network (MUFON), que é a maior organização mundial de investigação de OVNIs, com base nos EUA, dizendo que quer ajudar com o ‘desacobertamento’.
O movimento de desacobertamento entre a comunidade OVNI clama aos governos mundiais a tornarem público todos os seus arquivos secretos sobre OVNIs.

No relatório enviado no sábado (13), ele disse: “Não estou reportando um avistamento de OVNI, mas sim uma experiência relacionada aos OVNIs.  Tenho cópias de minhas liberações de segurança.  Eu pessoalmente manuseei, vi e entreguei milhares de documentos envolvendo projetos de OVNIs/ETs.  Meu acordo de segredo com o governo dos EUA expirou em outubro de 2014. Neste momento da minha vida, gostaria de compartilhar meu conhecimento, na esperança de alguém ser capaz de usá-lo efetivamente para o desacobertamento”.

Ele disse lhe foram dadas as Liberações de Segurança TS SBI/ESI NATO/SIOP,  Single Integrated Operation Plan, Exceptionally Sensitive Information e também com a OTAN.
O homem adicionou: “Além disso, tínhamos um funcionário GS11 que foi transferido de uma estação de comunicação conjunta EUA/Reino Unido, ao norte de Londres, após trabalhar naquele local por doze anos”.

Ele ainda disse que se tratava de uma instalação em conjunto da Agência Nacional de Segurança (NSA) e o Reino Unido, com a tarefa de rastrear OVNIs, inclusive o incidente de Rendlesham.  O homem ainda alega que os OVNIs/ETs são reais e que, esperançosamente, o desacobertamento irá ocorrer em seu tempo de vida, já que ele tem sessenta e poucos anos.

No relatório ele diz: “Fui requerido a entregar a designação de senha TS COSMIC para SRI, ESL/SYLVANIA, LOCKHEED SKUNKWORKS, TRW, RAYTHEON, BERKELEY LABS, LAWRENCE LIVERMORE LABS, e outras instituições, e para outras no Vale do Silício”.
Pesquisa mostra que na época em questão, Moffett Field era uma base aérea, mas agora é um aeroporto federal restrito, administrado pela NASA.

A divisão Skinkworks, da Lockheed Martin, é uma empresa global aeroespacial e de segurança, com base em Bethesda, Maryland – EUA.
Os laboratórios Berkeley e Lawrence Livermore são laboratórios científicos que trabalham estreitamente com a NASA, na Califórnia.

A Companhia Raython é uma firma global de tecnologia e inovação, especializada em defesa e segurança cyber.
O porta voz da MUFON, Roger Marsh, disse: “Este caso histórico foi designado a um investigador de campo, dentro do grupo MUFON californiano”.
Vamos ficar atentos se algo mais surgir a respeito deste indivíduo.
n3m3

Fonteexpress.co.uk
 http://ovnihoje.com/2016/02/19/informante-pode-estar-prestes-a-revelar-milhares-de-arquivos-sobre-ovnis-ufos/
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Múmia descoberta no Peru pode mesmo ser alienígena

Documento Oficial relatos 25 anos antes do caso ET de Varginha

Sunrise Time-lapse from the International Space Station (ISS)



Linda imagem da Estação Espacial !!!

Peruíbe, no litoral de São Paulo, seria alvo frequente de 'ovnis'

Ufólogos de diversos cantos do país visitam a cidade que possui inúmeros relatos de aparições de objetos voadores não identificados (ovnis). Alguns cientistas têm explicações para o fato de a cidade 'atrair supostos ETs'. Fonte: http://mais.uol.com.br/view/dsirb7h509tj/peruibe-no-litoral-de-sao-paulo-seria-alvo-frequente-de-ovnis-0402CD1C3466D4B15326?types=A&

Visão abordo Estação Espacial Internacional - NASA