sábado, 2 de julho de 2016

0

Arquivos secretos do NORAD são divulgados por defensor do desacobertamento dos OVNIs





OVNI filmado perto do Estádio Nat Bailey, em Vancouver, em 4 de setembro de 2013 (YouTube)

Defensor canadense do desacobertamento, Victor Vigginai, deu um passo audacioso em direção ao desacobertamento, liberando vários arquivos secretos dos “Arquivos Rúnicos” do North American Aerospace Defense Command (NORAD). “E desafio o governo dos EUA a me processar”, disse Viggiani.

No final de semana passado ocorreu a primeira audiência pública sobre OVNIs do Canadá.  O desacobertamento foi novamente trazido à mesa de discussão, e desta vez alguns documentos intrigantes foram liberados.
Victor Vigginai, um diretor de escola em Toronto, que recentemente se aposentou, têm estado pesquisando sobre o Fenômeno Aéreo Não Identificado (FANI) por mais de três décadas. Quando se trata de experiência na área de avistamentos de OVNIs e fenômenos anômalos, ele têm muito a oferecer.  No último sábado, na Alien Cosmic Expo em Ontário, Canadá, Vigginai apresentou 11 documentos que obteve após ter dado entrada pelo Ato de Acesso às Informações do Canadá (sigla AIA, em inglês).  Os documentos revelam algumas estatísticas inquietantes sobre o que está ocorrendo nos céus sobre nossas cabeças.

  Tenho aqui, na minha frente, onze documentos.  Eu os chamo de Arquivos RUNIC e eles vêm diretamente da NORAD, indicando que pelos últimos cinco anos houve uma média de 1.800 ‘rastreamentos de interesse’, com 75 interceptações.  Isto veio diretamente do comandante da NORAD.”

Alucinante

A organização estadunidense/canadense, que tem a tarefa de fornecer alertas e defesa aeroespaciais para a América do Norte, intercepta 75 objetos voadores não identificados por ano.  Isto significa que os pilotos dos caças conseguem chegar perto o suficiente dos OVNIs não só para conseguir contato visual, mas também para mirar neles.  Talvez nem todos destes encontros envolveram naves extraterrestre, mas ainda é o suficiente para confirmar nossas suspeitas. E lembre-se, esta é a quantidade de Rastreamentos de Interesse (em inglês Tracks of Interest – TOIs) que o NORAD estava disposto a divulgar. O número real de objetos interceptados poderia ser milhares e nem mesmo saberíamos.


O pedido de liberação dos documentos por Viggiani almejava um desacobertamento maior. Contudo, esta foi a resposta oficial do NORAD:
“O pedido para a “Tabela de Rastreamentos de Interesse (TOI) são classificados (secretos) NÃO CLASSIFICADOS//SOMENTE PARA USO OFICIAL.  Devem ser controlados, armazenados, manuseados, transmitidos, distribuídos e descartados de acordo com a política do Departamento de Defesa, e não devem ser liberados ao público, à imprensa ou outras pessoas que não têm uma necessidade real de saber, sem a aprovação de um oficial autorizado do NORAD.”

O documento continua

“Porém, o Comandante do NORAD aprovou a liberação da seguinte informação a respeito dos Rastreamentos de Interesse e dos Rastreamentos de Desconhecidos.”
O documento que relaciona os TOIs é um registro de seis páginas no formato de lista, com algumas partes editadas, devido à natureza sensível da informação que continha.  Como Viggiani aponta, “a informação faltante é obviamente o que eles viram quando interceptaram”.  Ele ainda diz:
“Também tenho documentos relacionados aos OVNIs que têm sido encontrados pela RCMP (Polícia Montada Canadense). Também tenho um relatório do controle de tráfego que faz referências à indicação do Sr. Hellyer (Paul Hellyer, ex-Ministro da Defesa do Canadá, grande proponente do desacobertamento dos OVNIs), de que dois CF-18 que perseguiram três OVNIs em 2001 ao redor da Base da Força Aérea de Comox, a 35.000 pés, e entraram em contato com estes OVNIs.”
Um outro documento (datado de 14 de novembro de 2008) faz referência à descoberta de um fragmento de metal que “provavelmente fazia parte de um veículo que viajou no espaço sideral”.  O fragmento tinha sido recuperado por um piloto cujo nome não foi divulgado, da região do Lago Wollaston, em Saskatchewan, e foi levado para o Conselho Nacional de Pesquisa em Ottawa.

Muitos lutam pelo desacobertamento da realidade extraterrestre

A audiência pública Alien Cosmic Expo é somente a mais recente numa série de esforços almejados a obter a verdade por detrás dos OVNIs e dos FANIs.  Seus organizadores e os 350 participantes são somente uma fração dos defensores do desacobertamento, os quais estão cansados do sequestro em massa da informação durante os últimos 70 anos.

Como Stephen G. Bassett, Diretor Executivo do Paradiagm Research Group coloca, “em uma democracia constitucional, foi sempre dado ao governo o direito de manter segredos, mas ao governo nunca foi dado o direito de mentir ao público.”

Se tornou muito óbvio que este aglomerado inconstitucional da informação crucial para o futuro do desenvolvimento da raça humana tem que parar.  Victor Vigginai deu um salto desafiador nesta direção, mesmo se isto significasse ser ameaçado com um processo.

“Qualquer distribuição deste tipo de informação”, leu Viggiani a partir do documento do NORAD, “ameaça a Segurança Nacional, além do Ato de Espionagem dos Estados Unidos.”
“Aqui, libero isto para vocês e desafio o governo dos EUA a me processar”, ele conclui em meio aos aplausos.
n3m3

Fonte: ufoholic.com
Leia também:  http://ovnihoje.com/2016/06/30/arquivos-secretos-do-norad-sao-divulgados-por-defensor-do-desacobertamento-dos-ovnis/
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Documento Oficial relatos 25 anos antes do caso ET de Varginha

Sunrise Time-lapse from the International Space Station (ISS)



Linda imagem da Estação Espacial !!!

Visão abordo Estação Espacial Internacional - NASA