quinta-feira, 25 de agosto de 2016

0

Planeta habitável é descoberto em sistema solar vizinho



Impressão artística de Proxima b. Os astrônomos aguardavam a descoberta de um mundo assim desde que começaram a buscar exoplanetas que pudessem abrigar seres vivos. (M. Kornmesser/ESO/Divulgação)

 Cientistas anunciaram a descoberta de um novo planeta habitável que orbita a estrela mais próxima do Sol. Batizado de “Proxima b”, é o exoplaneta (planeta localizado além dos limites do sistema solar) mais perto da Terra a ter temperaturas que permitem a existência de água líquida – e, portanto, vida – em sua superfície. Os astrônomos aguardavam a descoberta de um mundo com essas condições, muito perto de nós, desde que começaram a vasculhar o universo em busca de planetas que pudessem abrigar seres vivos.

A 4,2 anos-luz (cada ano-luz equivale a 9,46 trilhões de quilômetros) de distância de nós, o novo planeta é possivelmente rochoso e tem a massa 1,3 vez maior que a da Terra. Os detalhes da descoberta ganharam a capa desta quarta-feira da revista Nature.


“Proxima b provavelmente será o primeiro exoplaneta visitado por uma sonda feita por seres humanos”, disse Julien Morin, coautor do estudo e astrofísico da Universidade de Montpellier, na França, à AFP. “Finalmente, conseguimos mostrar que um planeta com pouca massa, provavelmente rochoso, está orbitando a estrela mais próxima do nosso sistema solar.”

Capaz de abrigar vida alienígena

A descoberta de Proxima b é fruto do trabalho de dezesseis anos de uma equipe de mais de trinta cientistas que trabalharam com as observações feitas pelos telescópios e outros instrumentos do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês). Os pesquisadores analisaram dados que mediram pequenos movimentos da estrela, resultado da força gravitacional de um provável planeta orbitando a seu redor.

O estudo mostra que o novo planeta completa uma volta em torno de sua estrela, Proxima Centauri, a cada 11,2 dias terrestres. A estrela está na categoria anã veermelha e tem 14% do diâmetro do Sol. Isso significa que é um pouco mais fria e menos brilhante que nosso astro. O novo planeta está a uma distância de 7,5 milhões de quilômetros de sua estrela, cerca de 5% da distância da Terra ao Sol. É muito próximo, mas é o que possibilita a existência de temperaturas amenas o suficiente para que a água ganhe a forma líquida, condição fundamental para o aparecimento de vida.

Contudo, essa mesma distância oferece alguns perigos para o surgimento de seres vivos sobre a superfície de Proxima b. Ela faz com que o planeta seja bombardeado, sem cessar, por raios-X e ultravioleta. A única proteção para essa alta energia que vem da estrela seria uma atmosfera ou um campo magnético, que os astrônomos ainda não sabem se existe. Essa camada poderia ser parecida com a da Terra, com a de Vênus (que possui 95% de dióxido de carbono) ou ausente.

Assim como a Lua em relação à Terra, Proxima b tem uma face sempre exposta para sua estrela e a outra na sombra. Se o planeta for coberto por uma atmosfera, a temperatura pode variar em um intervalo de menos 30 graus Celsius no lado escuro e 30 graus Celsius no lado da luz, de acordo com os cálculos dos astrônomos…

Para ler o restante do artigo, favor acessar o site de origem do mesmo: veja.abril.com.br
n3m3

Publicado tbm no site: http://ovnihoje.com/2016/08/24/confirmado-planeta-habitavel-e-descoberto-em-sistema-solar-vizinho/
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Múmia descoberta no Peru pode mesmo ser alienígena

Documento Oficial relatos 25 anos antes do caso ET de Varginha

Sunrise Time-lapse from the International Space Station (ISS)



Linda imagem da Estação Espacial !!!

Peruíbe, no litoral de São Paulo, seria alvo frequente de 'ovnis'

Ufólogos de diversos cantos do país visitam a cidade que possui inúmeros relatos de aparições de objetos voadores não identificados (ovnis). Alguns cientistas têm explicações para o fato de a cidade 'atrair supostos ETs'. Fonte: http://mais.uol.com.br/view/dsirb7h509tj/peruibe-no-litoral-de-sao-paulo-seria-alvo-frequente-de-ovnis-0402CD1C3466D4B15326?types=A&

Visão abordo Estação Espacial Internacional - NASA