sábado, 1 de abril de 2017

0

NASA está preparada para anunciar a vida extraterrestre – Protocolos já foram criados



anunciar a vida extraterrestre

Imagine se os telescópios do SETI captarem um sinal de um sistema estelar distante. O que aconteceria então? Poderíamos compreender o sinal? Deveríamos responder? E se esse for o caso, o que deveríamos dizer, e como?  Deveríamos chamá-los sem que eles nos chamem primeiro?  Um livro escrito pela NASA, considerado como protocolo para o contato alienígena, intitulado Archeology, Anthropology, and Interstellar Communication, trata desta questão como nunca antes.

A recente descoberta de um sistema estelar que tem sete exoplanetas do tamanho da Terra, localizado à uma distância de 40 anos luz, fez com que a NASA elaborasse um protocolo que deve ser seguido para anunciar ao mundo a existência de vida alienígena.
Os sete planetas similares à Terra – com grandes chances da vida já ter se desenvolvido por lá – estão localizados na constelação de Aquário e fazem parte de uma estrela anã fria, do tamanho de Júpiter, conhecida como TRAPPIST-1.
Curiosamente, os mundos alienígenas ao redor de TRAPPIST-1 estão muito mais próximos de sua estrela do que a Terra está do Sol, assim eles têm as condições necessárias para conter água no estado líquido em suas superfícies. Além disso, a distância que estão um do outro permite a transferência de material orgânico entre eles, o que levanta a esperança da vida alienígena existir em mais de um daqueles planetas.
De acordo com Mario Perez, membro da divisão de astrofísica do Agência Espacial dos EUA, embora a NASA ainda está a anos de distância de fazer um anúncio de vida extraterrestre, foi muito importante ter um protocolo para transmitir paz e tranquilidade à raça humana, antes desse evento histórico acontecer.

O ‘Protocolo Alienígena’ foi inspirado em várias fontes

Uma das fontes mais importantes foi os precedentes históricos sobre os encontros entre civilizações completamente diferentes na Terra, como aconteceu durante a conquista da América, quando os europeus chegaram no ‘novo continente’.
Parte do protocolo pode ser encontrado no livro intitulado ‘Archeology, Anthropology and Interstellar Communication’, um ‘manuscrito’ criado pela NASA como um guia, ou manual, intencionado a preparar os humanos para o contato com possíveis formas de vida extraterrestre.
O livro aponta:
Talvez o melhor modelo para encontrar extraterrestres, sugere Douglas Raybeck, venha dos Māoris, cujo resistência das incursões britânicas forneceram a eles o respeito de seus inimigos, enquanto os ajudaram a reter seu orgulho após sucumbirem para uma organização e armamentos mais sofisticados.
…embora cada cultura terrestre possa ter uma abordagem natural para o encontro com alienígenas, algumas reações podem ser mais efetivas do que outras. Dada a provável superioridade tecnológica de quaisquer civilizações extraterrestres que podermos contatar, seria aconselhável considerar todas as nossas opções.
De acordo com especialistas, a questão não é mais se há vida em outros planetas, mas quando iremos encontrá-la.
…muitos astrônomos têm visto o desenvolvimento de vida inteligente como uma ocorrência inevitável, dadas as apropriadas condições ambientais no planeta; e embora tais seres não seriam idênticos aos humanos, deveríamos esperar encontrar significantes paralelos.
n3m3
Fonte: Matéria Publicada em :
http://ovnihoje.com/

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Documento Oficial relatos 25 anos antes do caso ET de Varginha

Sunrise Time-lapse from the International Space Station (ISS)



Linda imagem da Estação Espacial !!!

Visão abordo Estação Espacial Internacional - NASA