sábado, 19 de maio de 2012

0

Nave privada pronta para primeira missão à Estação Espacial



Nave privada Dragon pronta para primeira missão à Estação Espacial


Sem atraso

Está tudo pronto para o primeiro voo espacial privado para a Estação Espacial Internacional.
A empresa SpaceX vai inaugurar os Serviços de Transportes Orbitais Comerciais (COTS), patrocinados pela NASA.
O programa tem como objetivo criar uma opção norte-americana para voltar ao espaço. Hoje o país é totalmente dependendo da Rússia e de suas naves Soyuz para ir à Estação Espacial.

O lançamento do foguete Falcon 9, levando a nave Dragon, está previsto para a madrugada do próximo sábado, dia 19, às 04h55, no horário local, naquilo que os engenheiros da NASA chamam de uma "janela instantânea": se não for realizado exatamente no horário previsto, o lançamento terá que ser adiado.
A cápsula voará sem tripulantes, levando apenas cargas e equipamentos.
Este primeiro voo privado à Estação Espacial estava previsto para Dezembro do ano passado, mas sofreu sucessivos adiamentos.


Ajuda robótica

Durante o voo, a cápsula Dragon irá realizar uma série de procedimentos de checagem para testar seus sistemas, incluindo a capacidade de aproximação e atracação com a Estação Espacial.
Os principais objetivos dessa primeira missão incluem um sobrevoo da Estação Espacial, a uma distância de aproximadamente 1,5 quilômetro, para validar a operação dos sensores e sistemas de voo necessários para uma aproximação e atracação seguras.

A nave também deverá demonstrar a capacidade de abortar o procedimento de aproximação.
Somente depois de tudo verificado, a Dragon receberá sinal verde para se atracar com a Estação Espacial.

Nave privada Dragon pronta para primeira missão à Estação Espacial


Ao contrário das naves Soyuz, a Dragon não se atracará automaticamente: ela será capturada por um dos braços robóticos da Estação, e colocada gentilmente no módulo Harmonia.
Ao final da missão, três semanas mais tarde, a tripulação irá inverter o processo, retirando a nave da Estação e liberando-a no espaço, para que ela possa retornar à Terra e descer de paraquedas no oceano, onde será recuperada.


Carga ou passageiros

A cápsula Dragon foi projetada em duas configurações, uma para levar carga e outra para levar passageiros.
No primeiro caso, são até 6 toneladas de carga, dispostos em dois compartimentos, um pressurizado, com 10 metros cúbicos (m3) e outro não pressurizado, com 14 m3.

No modo com passageiros, a capacidade é para até 7 astronautas.
Para garantir uma transição rápida de carga para tripulação, as duas versões são quase idênticas, com exceção do sistema de escape da tripulação, sistema de suporte de vida e controles internos que permitem à tripulação assumir o controle do computador de voo quando necessário.

Isso permitirá também que os sistemas críticos para a segurança de voo sejam totalmente testados em missões de demonstração não tripuladas.
A nave possui um sistema de controle com 18 propulsores, utilizados para controle de atitude e manobras orbitais. Eles contam com um tanque com 1.290 kg de propelente.


Fonte da Matéria: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=nave-privada-missao-estacao-espacial&id=010130120518
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Múmia descoberta no Peru pode mesmo ser alienígena

Documento Oficial relatos 25 anos antes do caso ET de Varginha

Sunrise Time-lapse from the International Space Station (ISS)



Linda imagem da Estação Espacial !!!

Peruíbe, no litoral de São Paulo, seria alvo frequente de 'ovnis'

Ufólogos de diversos cantos do país visitam a cidade que possui inúmeros relatos de aparições de objetos voadores não identificados (ovnis). Alguns cientistas têm explicações para o fato de a cidade 'atrair supostos ETs'. Fonte: http://mais.uol.com.br/view/dsirb7h509tj/peruibe-no-litoral-de-sao-paulo-seria-alvo-frequente-de-ovnis-0402CD1C3466D4B15326?types=A&

Visão abordo Estação Espacial Internacional - NASA