quinta-feira, 27 de julho de 2017

0

Descoberta pode comprovar a vida em Marte, e ajudar a encontrá-la no Universo



Life Mars


Uma descoberta inovadora poderá provar que Marte estava repleto de “alienígenas” e poderia ajudar a “traçar a vida em outros lugares do Universo”, afirmam cientistas.
Os caçadores de alienígenas esperam por esta notícia há séculos – e parece que os cientistas podem finalmente ter uma prova de que a vida extraterrestre uma vez existiu no planeta vermelho.
Especialistas britânicos dizem que a descoberta extraordinária dos fósseis mais antigos do mundo, que remonta pelo menos 3,7 bilhões de anos atrás, em um momento em que tanto Marte quanto a Terra tinham água líquida.


A surpreendente descoberta feita no Canadá ajudará a humanidade a “traçar a vida em outros lugares do Universo”, afirmam os cientistas.
O primeiro autor do estudo, Matthew Dodd, um estudante de doutorado no University College London, disse:
Essas descobertas demonstram a vida desenvolvida na Terra em um momento em que Marte e a Terra tinham água líquida em suas superfícies, apresentando perguntas interessantes quanto a vida extraterrestre.
Portanto, esperamos encontrar evidências para a vida passada em Marte há 4 bilhões de anos, ou se não encontrarmos, a Terra pode ter sido uma exceção especial.
A evidência é considerada pelo menos 310 milhões de anos mais velha do que qualquer outro fóssil descoberto antes.
Os cientistas acreditam que a vida emergiu de “aberturas de chaminés quentes no leito marinho”, logo após a formação do nosso planeta.

As bactérias que formaram minúsculos filamentos e tubos se alimentavam do ferro encontrado em camadas de quartzo no Cinturão Supracrustal de Nuvvuagittuq (sigla NSB, em inglês) em Quebec, no Canadá.
Os fósseis foram encontrados no sistema de chaminés hidrotermais nas profundezas do mar, ricas em ferro, que os especialistas acreditam que poderia ter sido o lar das primeiras formas de vida da Terra, entre 3,77 e 4,3 bilhões de anos atrás.
O autor principal do estudo, Dr. Dominic Papineau, da UCL Earth Sciences, acrescentou:
O fato de os termos descoberto de uma das mais antigas formações rochosas conhecidas, sugere que encontramos evidências diretas de uma das formas de vida mais antigas da Terra.
Esta descoberta nos ajuda a montar a história do nosso planeta e a vida notável sobre ele, e ajudará a identificar vestígios de vida em outros lugares do Universo.
(Fonte)

E assim, os cientistas continuam procurando por uma confirmação daquilo que matematicamente já é muito óbvio:  há vida por todo o Universo.

n3m3

Publicado tbm no site:

 http://ovnihoje.com/2017/07/26/comprovar-a-vida-em-marte/
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Múmia descoberta no Peru pode mesmo ser alienígena

Documento Oficial relatos 25 anos antes do caso ET de Varginha

Sunrise Time-lapse from the International Space Station (ISS)



Linda imagem da Estação Espacial !!!

Peruíbe, no litoral de São Paulo, seria alvo frequente de 'ovnis'

Ufólogos de diversos cantos do país visitam a cidade que possui inúmeros relatos de aparições de objetos voadores não identificados (ovnis). Alguns cientistas têm explicações para o fato de a cidade 'atrair supostos ETs'. Fonte: http://mais.uol.com.br/view/dsirb7h509tj/peruibe-no-litoral-de-sao-paulo-seria-alvo-frequente-de-ovnis-0402CD1C3466D4B15326?types=A&

Visão abordo Estação Espacial Internacional - NASA